quinta-feira , 13/09/2018
Breaking News
Home / Geral / A Copa do Mundo de marketing: Adidas vs Nike
IMAGE SOURCE: Facebook

A Copa do Mundo de marketing: Adidas vs Nike

A Copa do Mundo é o evento mais assistido em todo o mundo, e as principais marcas estão em guerra para atrair a maior quantidade de público.

 

Sendo o maior evento esportivo do mundo, e devido ao fato de acontecer a cada quatro anos, as duas maiores marcas esportivas — Adidas e Nike — estão usando a Copa do Mundo para exibir seu melhor conteúdo de marketing baseado em personalização.

Adidas e sua longa relação com a FIFA

A Adidas e a FIFA iniciaram sua parceria oficial em 1970, sendo a fornecedora da bola oficial de todas as partidas da Copa do Mundo e, em 2013, anunciaram a extensão de sua parceria para as próximas Copas do Mundo e todos os eventos da FIFA até 2030. No caso da atual Copa do Mundo na Rússia, a Adidas está direcionando seus esforços de marketing visando o envolvimento com seu público, trabalhando diretamente com criadores e influenciadores que tem audiências leais, e personalizando seu conteúdo com base em regiões e comunidades individuais. A Adidas está usando os seus embaixadores da marca para criar conteúdo em cidades como Berlim, Nova York, Londres, Tóquio e Paris, através de personalidades como os jogadores de futebol Lionel Messi, Gabriel Jesus e Paul Pogba, bem como os músicos A$AP Ferg e Pharrell Williams, para participar de conteúdos elaborados especificamente para seu público, enquanto tentam levar a campanha além do futebol e focando-se na criatividade que é necessária em todos os momentos da vida, dentro e fora do campo de futebol. Também não é surpresa que a Adidas seja a marca que também patrocina a maioria das equipes durante a atual Copa do Mundo, vestindo a 12 das 32 equipes que estão presentes no atual torneio (Alemanha, Argentina, Bélgica, Colômbia, Egito, Espanha, Japão, Marrocos, México, Rússia e Suécia), enquanto a Nike está em segundo lugar com 10 equipes usando o swoosh durante a Copa.

Nike e Brazil para o jogo bonito

Sem dúvida, uma das mais famosas campanhas de marketing em torno do futebol, foi a estratégia do Joga Bonito que a Nike lançou em 2006, à frente da Copa do Mundo realizada na Alemanha, da mão de Ronaldo, Ronaldinho, e Eric Cantona, onde incentivou os jogadores (liderados por Ronaldinho e a seleção brasileira) para mostrar suas melhores habilidades no campo de futebol. Para a atual Copa do Mundo, a Nike espera se apresentar na final, já que ainda está vestindo a Canarinha, e de acordo com os sites de apostas como Betway, Brasil é o grande favorito para vencer a Copa, com 20% de chances em junho 13. A Nike é a principal patrocinadora da seleção brasileira desde 1996, e seu contrato atual será finalizado no final desta Copa do Mundo. Apesar disso, a Nike acaba de reeditar uma parte do seu anúncio do Joga Bonito de 2006, onde Ronaldo Fenômeno (quem marcou um antes e um depois no futebol brasileiro) joga com a seleção no aeroporto e perde um gol. Nesta volta, dentro de uma campanha totalmente focada no Brasil, chamada Vai na Brasileiragem, o objetivo do anúncio é reunir todas as estrelas brasileiras patrocinadas pela Nike, como Neymar, Philippe Coutinho e Thiago Silva, para motivá-los a jogar seu melhor futebol para o povo brasileiro. Além de sua parceria real com o Brasil, a Nike também estará vestindo as equipes de Arábia Saudita, Austrália, Coréia do Sul, Croácia, França, Inglaterra, Nigéria, Portugal e Polônia. Um fato importante a mencionar é que a Nike começou a investir fortemente no futebol desde que a Copa do Mundo foi disputada nos EUA em 1994, e com a próxima Copa do Mundo de 2026 sendo realizada nos EUA, Canadá e México, a marca norte-americana aumentará mais ainda seus esforços para serem os líderes do mercado.

Qual estratégia de marketing vencerá na Rússia 2018?

Ambas as marcas estão usando estratégias focadas em patrocinar as equipes e os jogadores que poderiam emergir como vencedores do torneio, de modo a associar seu nome ao sucesso, obter a máxima exposição e um adicional crescimento no seu mercado. Isso pode ser visto em um nível de equipes com a Adidas sendo a patrocinadora do atual campeão, a Alemanha; e com a Nike vestindo ao favorito, Brasil, entanto que ao nível de jogadores, a Nike atrai nomes como Cristiano Ronaldo (CR7), Neymar, Mbappe e De Bruyne; e a Adidas é apoiada por estrelas como Messi, Salah, Kroos e Marcelo.

Fonte: Facebook

No final, em uma era digital como a que estamos vivendo atualmente, o engajamento online desempenha um papel fundamental para alcançar um público mais amplo, e a estratégia online mais inclusiva da Adidas, que é voltada para fora do futebol, está colocando-os à frente de seus oponentes, tendo menos conteúdo e atividade do que a Nike, mas um melhor engajamento com seu público.

About Rudinei Modezejewski

Especializado em Propriedade Industrial, com ênfase em marcas e domínios, atuando nessa área desde 1997, trabalha desde 2009 com Marketing Jurídico, sendo que atualmente está se aprimorando em Social Media Marketing (Marketing em Redes Sociais) Twitter: @emarcas. Confira a apresentação completa dele.

Check Also

7 erros que podem prejudicar sua empresa na internet

Patrocínio: TV Por assinatura Relacionado

COPYRIGHT – Direitos Morais e Patrimoniais

Relacionado

%d blogueiros gostam disto: