Um equívoco recorrente e que tem aumentado com a intensa troca de e-mails é a expressão “em anexo”.

Ex: Envio em anexo a cópia do relatório.

O vocábulo “anexo” pode ter duas funções: adjetivo e substantivo. Como substantivo, não pode ser precedido  por preposição .

Ex: O Anexo cinco é em frente  ao Ministério da Fazendo.

Quando empregada como adjetivo, a palavra “anexo” também não pede preposição e concorda com o substantivo, pois tem sentido de “junto”. Logo, o correto é “Envio anexa a cópia do relatório”.

Escrever bem e corretamente é um diferencial decisivo no mercado de trabalho. Por isso, listamos aqui 3 vídeos para quem deseja melhorar a redação imediatamente. Veja!

1) 3 prejuízos que erros de português trazem para sua carreira

2) Como escrever um parágrafo perfeito?

3) 4 dicas para acabar com suas dúvidas sobre a vírgula

Para produzir um bom texto, você deve ficar atento também aos 3 C – coesão, coerência e consistência.

Coesão

Um texto coeso é aquele que possui uma boa estruturação interna, com uso correto dos conectivas e dos termos anafóricos (que retomam um anterior) e catafóricos (que antecipam um que está mais a frente). A coesão evita a ambiguidade e a repetição desnecessária de palavras.

Coerência

A coerência está relacionada ao encadeamento lógico das ideias e à adequação do texto ao contexto. Por exemplo, se digo que um texto descritivo trata do Alasca, ele não pode falar de um clima quente, pois a região é conhecida pelo gelo.

Consistência

Um texto consistente é aquele que se baseia em fontes de credibilidade e que possui profundidade de informações. A consistência está ligada a boas referências.